Nav

terça-feira, 19 de julho de 2016

A WORLD FULL OF DREAMS


'For the morning sun in all it's glory
Meets the day with hope and comfort too

You fill my life with laughter, somehow you make it better

Ease my troubles, that's what you do'




Ruas sujas, barulhentas, cheias , onde é difícil respirar em dias quentes. Não é a minha primeira vez em Nova Iorque e não será a última.

Confesso que esperava mais excitação da minha parte, era afinal de contas, uma viagem há muito esperada. Talvez porque nunca é tão mágico como a primeira vez, ainda por cima quando vamos em finais de Novembro,  onde o Natal já ilumina a cidade.

Foram muitooooos dias. Não era suposto ficarmos tanto tempo em N.Y. A ideia era ir passar uns dias a Miami, mas não conseguimos e desta forma, posso dizer que não me perco em Manhattan. Se bem que acho pouco provável perdermo-nos por lá, só se for perder a cabeça.

Comer uma french toast no sarabeth's,  molhar batatas do shake shack no gordo e maravilhoso milkshake, chorar nos musicais da Broadway, percorrer a fifth avenue, comprar guiões de clássicos de cinema nas bancas das ruas de soho, tirar foto com o famoso pretzler e deitá-lo fora porque a maioria sabe a 'nada', contemplar a entrada da tiffany's e sentirmo-nos uma verdadeira ' bonequinha de luxo', são só algumas das recordações que trago comigo.

Há sempre muito para fazer em NY. Muito para viver, para sonhar, onde a despedida é agri-doce.

Manhattan é tal e qual como a Keys canta, realmente se pudermos triunfar lá, podemos triunfar em qualquer lado.
No entanto, não viveria por lá muito tempo, ao contrário do que sempre disse. Cresci a querer morar lá, mas porque não tinha 'crescido' o suficiente para dar valor a outros lugares e formas de viver. Realmente, Portugal, é lindo.





Sem comentários :

Enviar um comentário

i always wonder why birds choose to stay in the same place, when they can fly anywhere on the earth..then i ask myself the same question'
' She had no place she could go without getting tired of it and because there was nowhere to go but everywhere, keep rolling under the stars'