Nav

sábado, 28 de novembro de 2015

DO NOT JUDGE THE BOOK BY HIS COVER


Havia tanto para dizer sobre os BONS atores que saem do conservatório, sobre as pessoas feias não terem lugar nas novelas e culparem quem não tem formação tão alta, mas por serem bonitas vão lá parar.

Hoje, vou apenas explicar a quem acha isso, o quanto lamento estarem errados. Infelizmente não percebo quase nada de moda. Sei que o meu blog não é sobre moda. Sei que a indústria da moda continua em ascensão, cada vez há mais faculdades de moda, pessoas a estudar moda e é uma indústria de grande importância económica.

Sim, moda é arte meus caros.



É arte, é expressão, é cultura e personalidade. Vocês que tentam vomitar textos de dramaturgos, postam fotos de grandes quadros, ou até os tais outsidders, os que adoram passar as tardes no cinemateca a cheirar a mijo de velho. Sabem todos os filmes, sabem tudo sobre cinema europeu, mas depois na hora de serem eles a fazer o trabalho,muitos, fazem só cócó. Os que adoram tirar fotos a candeeiros (porque é arte e são vistos como BUÉ alternativos) . E aqueles que têm instagram mas só fizeram duas publicações em um ano. Criaram conta só para cuscar a vida dos outros. Já que adoram ler, querem que deixe alguns nomes de livros para aprenderem mais sobre moda???

Claro que tenho de mandar à merda quem me vem com falsos moralismos sobre como devemos encaminhar a nossa vida ou a vida que se mostra nas redes sociais. Eu publico o que me apetece, quando me apetece, sem nenhum truque, sem horas programadas para receber mais likes. Não tenho um blog organizado, nem tão pouco me preocupo com isso ou me considero blogger. Compro livros, leio, gosto de Pinter, gosto de Oscar Wilde, mas adoro livros sobre nazis e sobre a Segunda Guerra Mundial e isso faz de mim o quê??

Gosto da Audrey. Gosto de beckett mas o meu livro preferido ou um dos preferidos é gigante, o autor é Gregory David Roberts, chama-se Shantaram, li há 5 anos o livro e muitos de vocês só começam a conhecer agora. Ouvi falar deste livro há cerca de 7 anos por uma amiga minha, a Teresa.

Ai que horror ela gosta da saga dos Twilight. Pronto, nunca será levada a sério por nós atores. Ó que pena, ainda por cima nem cheguei a dizer o quanto adorava entrar numa série como 'Diário dos vampiros'. Mas vejam as coisas pelo lado positivo, o twilight fez com que algumas pessoas ficassem a gostar de Debussy. Vá, tenham calma, eu gosto de vos dar alguns fundamentos para não me adorarem.

Uma das coisas que mais me deixa feliz é viajar. Eu acredito que para me tornar boa atriz, viajar é imprescindível. Mas acima de tudo, gosto de viver, gosto de ser feliz. E ser feliz vai muito além do que os outros pensam de nós.

Bem, hora de ir ver um episódio de Downton Abbey ou Blacklist.

3 comentários :

  1. Olá, Filipa!
    Concordo com tudo o que disseste, porque hoje em dia toda a gente acha que a mais pequena coisa serve para definir a pessoa que somos, quando não serve. Não nos resumimos aos livros que lemos, às pessoas com quem nos damos, aos filmes que vemos, ou à profissão que temos ou queremos ter, o ser humano é muito mais complexo que isso e a verdade é que ninguém é superior ou inferior a outra pessoa, tanto faz que se interesse por moda, ou por medicina. Vivemos tão focados em julgar os outros e a sua forma de viver que nos esquecemos que temos uma vida para viver e objetivos para alcançar.
    O importante é saberes que dás o melhor de ti, quem não gosta que se lixe!
    Beijinhos :)
    http://those-colorful-words.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Matilde. Só agora estou a ver o teu comentário. Muito obrigada. Concordo também com tudo o que disseste. Vou dar uma olhadela no teu blog :) beijinhos

      Eliminar

i always wonder why birds choose to stay in the same place, when they can fly anywhere on the earth..then i ask myself the same question'
' She had no place she could go without getting tired of it and because there was nowhere to go but everywhere, keep rolling under the stars'