Nav

sexta-feira, 1 de maio de 2015

A VIRAR A BONECA?











Estou na reta final dos 20. Se há dois anos atrás estava apavorada, sentia-me velha e incapaz, agora uma força apodera-se de mim e só quero entrar nesta nova etapa, fazer a viragem cheia de garra e recheada de momentos felizes. Porque a felicidade é isso mesmo, um momento, vários momentos. Nada dura. Nem o mal. Infelizmente nem o bem. Se vou fazer um balanço de tudo aquilo que semeei, até mesmo aquilo que colhi, receio que me possa perder no turbilhão de memórias que me vão invadir uma, neste momento, cansada, cabeça.

 Será importante dar enfâse aos fracassos duma vida? Ou gabar-me dos meus grandes feitos? É melhor ser petulante ou não ter auto-estima nenhuma? Talvez, nem oito, nem oitenta. O importante é deixarmos de viver para mostrar aquilo que na realidade, acabamos por não viver, na ânsia de ostentar, na insistência patética de primeiro fazer os outros invejarem, aquilo que estamos a perpetuar através duma imagem, ao postar numa rede social. Somos nós seres altamente dominados por esta nova ferramenta? Somos mais felizes agora?
Vivemos meses ou até anos a planear a lua-de-mel dos nossos sonhos, onde na mala só se leva amor e paz. Bem, amor, paz, uma gopro, o telélé e se o hotel não tiver wifi, se calhar não há casamento para ninguém!

La vamos nós, chinelinho no pé, MALDIVAS!!!!! Que lugar é este???? Não acredito que exista água tão pura como esta. - Amor, já pediste a pass do wifi?
Ainda as malas estão no meio da receção do hotel, já temos a pass, já postámos uma selfie com mil hastags : #intothewild #wildlife #ilovenature #peaceandlove #adeusmundoporunsdias...


Pois, adeus, até daqui a umas horas, onde depois de dar um longo passeio pela praia, fazer uma excursão, snorkeling e ter um almoço de sonho no meio do nada, estou pronta para ter um ataque de pânico.  Afinal, quantos likes terá a minha foto?







Uma das minhas frases preferidas- " One moment can change everything". Mas é mesmo.


Quando demos por nós, estamos de regresso a casa, no caminho para o aeroporto, reparamos em paisagens que só vamos vivê-las mentalmente, ao olhar para as fotos, porque a nossa preocupação não foi mandar o mundo à fava, foi mostrar o tão felizes estávamos, o tão morenas, magras, a fazer isto e aquilo, mas na verdade nem tiramos proveito delas.


Será esta a minha triste conclusão, sobre a minha vida nos últimos anos?
Não. Não, apenas isto! Há mais...
É Maio, um dos meus meses preferidos...
E ainda tenho tanto para falar sobre isto tudo!






3 comentários :

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Vais gostar da viragem dos 20 para os 30. ´É uma mudança interessante e forte. Eu gostei! Maio é um dos meus meses favoritos, não só por ser o mês em que nasci, mas também, porque é o mês das flores. Bjs Filipa

    ResponderEliminar
  3. Neste momento já viraste a boneca,mas acredita que vais adorar esta nova aventura. Se aos vinte nós sabemos o que queremos aos 30 é altura de realizar tudo,da maturidade porque acima de tudo só se vive uma vez e sim,UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO! Eu fiz a próxima viragem(30/40) o ano passado e aos 39 decidi que estava na hora de mudar tudo na vida,deitar tudo as urtigas e foi sem dúvida a melhor coisa que fiz!Hoje a 9 dias de fazer 41 nunca me senti tão realizada profissionalmente como emocionalmente.Encontrei um novo amor,mais maduro e sem cobranças. Maio também é o meu mês preferido,porque é o nosso mês,o mês da minha querida e saudosa mãe,o mês das flores e sobretudo o mês de Nossa Senhora. Mais uma vez Parabéns querida Filipa,que todos os teus sonhos se realizem. Mil beijinhos

    ResponderEliminar

i always wonder why birds choose to stay in the same place, when they can fly anywhere on the earth..then i ask myself the same question'
' She had no place she could go without getting tired of it and because there was nowhere to go but everywhere, keep rolling under the stars'