sábado, 8 de julho de 2017

OS LAÇOS


Poderia perder a visão ou a audição, deixar de ver o azul do mar que me acalma em dias mais turbulentos, poderia ainda deixar de ouvir aquela colectânea de músicas que fazem parte de mim. Poderia aos poucos esquecer o som da buzina em dias de intenso tráfico no IC19, a voz estonteante da minha mãe quando está irritada e grita “Filipa, vamos jantar!”, a melodia das quatro estações de Vivaldi, a voz daqueles que amo e o contorno do rosto das suas faces, mas jamais suportaria perder os “laços” com o Mundo.

HEROÍNAS NUM MUNDO DIFERENTE





“Em Portugal é preciso ser-se rico para se ter um filho assim. É um trauma. Claro que preferia ter um filho normal. Tenho muita pena. Há alturas em que me questiono sobre o futuro dele. O meu maior objetivo é que o Miguel seja independente e funcional. A fala é fundamental e eu não desisto. É para isso que vivo. Nunca perdi, nem perco a Esperança.”

ANÁLISE FÍLMICA DUMA ZÉ NINGUÉM



domingo, 4 de junho de 2017

NEOFUCKERISM SOUNDS LIKE A HELL OF A SCIENCE

25 de Outubro, de 2010. 

'Acabei de fumar um cigarro. Existe desejo maior, após um tórrido momento de puro sexo, de entrega, do que acender subtilmente um cigarro e ficar ali nua, a olhar para o meu umbigo, a viajar por meros segundos no Olimpo do egocentrismo? Eu pelo menos gosto. E raramente fumo. Eu adoro a sensação. Quando não há o cigarro após o ato, parece-me quando vou às lojas e fico a olhar a montra. Devem estar a perguntar, mas então e o orgasmo?  o ex-libris do prazer. O quão essencial para mim e fumar um cigarro , por simplesmente ter recebido gratuitamente uma foda psicológica , o orgasmo é múltiplo.

domingo, 28 de maio de 2017

KALON KAKON


Se é verdade que na Grécia antiga, a mulher,  foi descrita por Hesíodo como ' uma coisa perversa e bela', Kalon Kakon, hoje, continuamos igualmente belas e se calhar, mais perversas ainda.

i always wonder why birds choose to stay in the same place, when they can fly anywhere on the earth..then i ask myself the same question'
' She had no place she could go without getting tired of it and because there was nowhere to go but everywhere, keep rolling under the stars'